outroscaminhos @ 20:58

Qui, 29/05/08

   Pois é! Depois de um longo ano de trabalho e como já aconteceu comigo, os outros grupos já apresentaram os seus trabalhos. Denotam-se os rostos de felicidade que se confundem nos olhares nervosos daqueles que estão a apresentar, e eu percebo realmente o que eles estão a sentir.

   Foi um ano muito difícil em termos de trabalho, estamos todos cansados e a finalização dos projectos bem como as apresentações são elementos que exigem um esforço adicional, não só pela imaginação e criatividade que exigem, mas também por todos os problemas que vão surgindo na concretização.

   A apresentação do grupo "Erasmus" no Polivalente correu muito bem e foi bastante original, não só pelo jogo, que embora com perguntas difíceis, foi muito aliciante e contribuiu para o melhoramento dos nossos conhecimentos geográficos e culturais, mas também pelas danças características de cada país, que para quem tem "dois pés esquerdos" foi um momento muito divertido... ou não!!!

  A apresentação do grupo da Marginalidade, foi uma autêntica surpresa porque para além de não conhecermos a reportagem, fomos presenteados com a actuação de uma banda que mistura o hip-hop com instrumentos de sopro e que dá um resultado bastante agradável. A apresentação em si, correu como o grupo estava a espera, pois embora muito nervosos conseguiram surpreender as pessoas e fazer com que pensassem nos problemas que abordaram no seu tema.

 

   Depois de ver tudo isto, depois de reflectir, eu penso que nós estamos todos de parabéns, não ninguém em particular mas toda a TURMA, porque com a ajuda da "stora" aprendemos a não desistir, aprendemos que tudo é possível, aprendemos a ter força, aprendemos a não nos calarmos e a lutarmos pela nossa razão...

 

   Tal como o grupo da Marginalidade dedicou um poema à Turma que falava da amizade, eu dedico este poema de José Carlos Ary dos Santos, porque para além da amizade que há entre as pessoas da turma é de glorificar a força de todos nós que tivemos, temos e teremos para lutar contra todos os problemas, todos os entraves, todos os obstáculos.

    

   Parabéns aos grupos, parabéns a todos, parabéns à Turma!!!

 

"Soneto"

Fecham-se os dedos donde corre a esperança,
Toldam-se os olhos donde corre a vida.
Porquê esperar, porquê, se não se alcança
Mais do que a angústia que nos é devida?

 

Antes aproveitar a nossa herança
De intenções e palavras proibidas.
Antes rirmos do anjo, cuja lança
Nos expulsa da terra prometida.

 

Antes sofrer a raiva e o sarcasmo,
Antes o olhar que peca, a mão que rouba,
O gesto que estrangula, a voz que grita.

 

Antes viver do que morrer no pasmo
Do nada que nos surge e nos devora,
Do monstro que inventámos e nos fita.

 

José Carlos Ary dos Santos

 

                                                           

 

                                                                                                      Amadeu Martins



De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




Depois de concluirmos uma etapa, e porque a vida não pára, chegam novas aventuras e novas descobertas por novos caminhos....
Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13


25
28
30


Encontre o caminho
 
subscrever feeds
blogs SAPO