outroscaminhos @ 19:02

Ter, 23/10/07

Hoje acabámos finalmente a planificação e fizemos uma mudança em relação aos países a abordar. Na última aula tinhamos decidido abordar o Afeganistão e a Arábia Saudita, mas nesta aula  pensámos  ser melhor , em vez de falarmos de dois países com comportamentos de discriminaçao idênticos, falarmos noutro diferente. Sendo assim, decidimos abordar a Arábia Saudita e Portugal.

Pesquisámos ainda associações portuguesas onde nos poderemos dirigir posteriormente e faculdades com cursos de psicologia e sociologia pois geralmente abordam temas controversos como o nosso.

Embora estivéssemos um pouco a "divagar" em relação à nossa planificação, hoje finalmente tudo ficou decidido e estamos cada vez mais entusiasmadas com o trabalho.

 

Em baixo eis que ficam algumas  das principais regras a que as mulheres têm de obedecer em geral nos países muçulmanos:

 

1. É absolutamente proibido às mulheres qualquer tipo de trabalho fora de casa, incluindo professoras, médicas, enfermeiras, engenheiras, etc.
2. É proibido às mulheres andar nas ruas sem a companhia de um “nmahram” (pai, irmão ou marido).
3. É proibido falar com vendedores homens.
4. É proibido ser tratada por médicos homens, mesmo que em risco de vida.
5. É proibido o estudo em escolas, universidades ou qualquer outra instituição educacional.
6. É obrigatório o uso do véu completo (“burca”) que cobre a mulher dos pés à cabeça.
7. É permitido chicotear, bater ou agredir verbalmente as mulheres que não usarem as roupas adequadas (“burca”) ou que desobedeçam a uma ordem talibã.
8. É permitido chicotear mulheres em público se não estiverem com os calcanhares cobertos.
9. É permitido atirar pedras publicamente a mulheres que tenham tido sexo fora do casamento, ou que sejam suspeitas de tal.
10. É proibido qualquer tipo de maquilhagem (foram cortados os dedos a muitas mulheres por pintarem as unhas).
11. É proibido falar ou apertar as mãos de estranhos.
12. É proibido à mulher rir alto (nenhum estranho pode sequer ouvir a voz da mulher).
13. É proibido usar saltos altos que possam produzir sons enquanto andam, já que é proibido a qualquer homem ouvir os passos de uma mulher.
14. A mulher não pode usar táxi sem a companhia de um “mahram”.
15. É proibida a presença de mulheres em rádios, televisão ou qualquer outro meio de comunicação.
16. É proibido às mulheres qualquer tipo de desporto ou mesmo entrar em clubes e locais desportivos.
17. É proibido andar de bicicleta ou motocicleta, mesmo com seus “maharams”.
18. É proibido o uso de roupas que sejam coloridas, ou seja, “que tenham cores sexualmente atraentes”.
19. . Os transportes públicos são divididos em dois tipos, para homens e mulheres. Os dois não podem viajar no mesmo.
20. É proibida a participação de mulheres em festividades.
21. É proibido o uso de calças compridas mesmo debaixo do véu.
22. As mulheres estão proibidas de lavar roupas nos rios ou locais públicos.
23. . As mulheres não se podem deixar fotografar ou filmar.
24. Todos os lugares com a palavra “mulher” devem ser mudados, por exemplo : O Jardim da Mulher deve passar a chamar Jardim da Primavera.
25. Fotografias de mulheres não podem ser impressas em jornais, livros ou revistas ou penduradas em casas e lojas.
26. As mulheres são proibidas de aparecer nas varandas das suas casas.
27. O testemunho de uma mulher vale metade do testemunho masculino.
28. Todas as janelas devem ser pintadas de modo a que as mulheres não sejam vistas dentro de casa por quem estiver fora.
29. É proibido às mulheres cantar.
30. É proibido a homens e mulheres ouvir música.
31. Os alfaiates são proibidos de costurar roupas para mulheres.
32. É completamente proibido assistir a filmes, televisão, ou vídeo.
33. As mulheres são proibidas de usar as casas-de-banho públicas (a maioria não as tem em casa).

 

 

              Ana Margarida Portela Pedro nº27



Marta Catarina @ 18:36

Sex, 26/10/07

 

Realmente não existe modo de imaginarmos sequer o que é a vida destas mulheres em países como o Afeganistão e Arábia Saudita, pois são tantas as proibições a que elas estão sujeitas que nós portuguesas não temos a percepção do que é viver sem liberdade.


valdirene @ 17:15

Sab, 30/10/10

 

eu estou simplesmente idigninada,pois nada e feito em favor destas mulheres, onde está os direitos humanos e que providência estão sendo tomadas, o que seriam destes palhaços muçulmanos se nao fossem suas mulheres,"nem neste mundo eles estariam". Não se pode assistir a isso e fingir que não e com a gente,e não me venha com essa conversa que elas são felizes assim. Na verdade são mulheres acorrentada a uma cultura e a leis que ultrapassam a razão estamos em pleno seculo 21 e isso e uma vergonha a raça humana. Mulheres pobres de conhecimento nao tem acesso a outro jeito de viver e acabam a se adptar ao que tem achando que isso e perfeitamente normal.
Suas mentes são manipuladas por esses pervertidos que as proibem de qualquer forma de conhecimento sim pq o que eles querem e que elas fiquem analfabetas pobre de conhecimento a final não era assim que faziam com as mulhers e os negros no seculo passado, mulheres que vivem limitadas sufocadas em seus desejos quanto tempo vai durar essa escravidão. E preciso tomar uma atitude e parar de fechar os olhos e achar que esse massacre faz parte da cultura de um país, isso para mim se chama tortura. S.O.S a essas mulheres


outroscaminhos @ 21:04

Qua, 10/11/10

 

Agradecemos o comentário:)

LUIS @ 23:35

Ter, 16/11/10

 

VOU FALAR SOBRE DESCRIMINAÇÃO MAS AO CONTRÁRIO É QUE NÃO VEJO NINGUEM A PROTESTAR, É INCRIVEL A MANEIRA QUE OS HOMENS ESTÃO A SER DESCRIMINADOS NUMA DAS OPÇÕES MAIS IMPORTANTES DA VIDA, COMO A FAMILIA. . AS MULHERES SE QUISEREM TER UM BÉBÉ TEM NO E OS HOMENS SÃO OBRIGADOS A ASSUMIR, NÃO TEM VOTO SÓ SERVEM PARA PAGAR A PENSÃO DE ALIMENTOS... AS MULHERES SE QUISEREM ABORTAR, ABORTAM, NEM QUE SEJA COMO CONTRACEPÇÃO, NEM QUE O MAIOR SONHO DO HOMEM FOSSE TER ESSE FILHO.... ALEM QUE UMA PESSOA NO SEU PERFEITO ESTADO MENTAL COM UMA DOENÇA TERMINAL NÃO PODE POR FIM A VIDA, E É ELE QUE QUER DE LIVRE VONTADE... MAS UM BÉBÉ INDEFESO ESSE JÁ SE PODE MATAR, NÃO PROTESTA... ISTO METE ME NOJO... MAS DEUS ONDE ESTÁ NÃO DORME, CERTAMENTE TODOS IREMOS PAGAR UM DIA... A MINHA PERGUNTA É , PORQUE A MULHER NÃO TEM O FILHO E DEPOIS O DÁ PARA ADOPÇÃO E O ESTADO ASSUME O SEU PAPEL, ISTO SE O PAI NÃO O QUISER.... ELE AINDA PODE VIR A SER MUITO FELIZ E COM MAIS ESCRUPULOS DO QUE A EGOISTA DA MÃE...É A VERGONHA DA SOCIEDADE A PODRIDÃO DO VALORES.... HÁ OUTRA COISA QUE TAMBEM NÃO COMPREENDO, PARA ENTRAR NUMA FORÇA DE POLICIA É PRECISO UMAS QUOTAS MINIMAS NOS EXERCICIOS , MAS NOS HOMENS BEM MAIS ELEVADA, PORQUE? SE UMA MULHER DEPOIS VAI TER OS MESMOS DIREITOS E DEVERES E PODE VIR A SER SUPERIOR DELE, MAS JA TEVE A VIDA BASTANTE MAIS FACILITADA... E OS LADRÕES SERÁ QUE AO VER UMA MULHER E SE FOREM A FUGIR CORREM MAIS DEVAGAR POIS É UMA MULHER?...





Depois de concluirmos uma etapa, e porque a vida não pára, chegam novas aventuras e novas descobertas por novos caminhos....
Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
18
20

22
24
27

28
29


Encontre o caminho
 
blogs SAPO