outroscaminhos @ 14:59

Seg, 03/03/08

Num dos dias em que se decapitaram (literariamente) inúmeras cabeças e em que o barulho ensanguentado foi fechado e purificado nas ondas do mar eu dei-lhe um nome. Para expulsar a minha insanidade da minha sanidade que está intrínseca ao amor. A imaginação, às vezes, resume-se a uma mentira que procura causar qualquer emoção humana num corpo dilacerado.

Dei-lhe um nome. À semelhança da personagem do livro que li já há demasiado tempo. Sentei-a no meu colo, como uma criança, como um irmão. Não há espírito maternal, fraternidade é igualdade. Por isso é que lhe dei um nome, para ser igual a mim.

A sua voz é, também, a minha. É a minha sensibilidade humana desajeitada que lhe dá voz. Sou eu o som que projecto no mundo, como uma sombra nocturna.

Música é cor. E não se descrevem cores, azul é azul. Daí que os cegos sejam alvo de uma infelicidade irremediável e os surdos condenados a algo pior que a morte. Dei-lhe um nome, há muito que vejo o mundo com os ouvidos.

Não há sentido.Não há explicação. Acordei, lembrei-me da harpa do druida do livro que li já há muito, muito tempo. E dei-lhe um nome porque somos todos um Prometeu mais ou menos adormecido, a evocar o poder que, na verdade, não possuímos.

Que venha, então, o corvo devorar-me o fígado durante séculos tenebrosos. Eu entreguei-lhe o segredo do fogo: dei-lhe um nome. Atribuí-lhe um significado, uma alma. Tudo o que existe, bem, existe. E tudo o que existe para nós tem um nome - ainda que mudo. Limitei-me a soletrar o dela; e a esperar por Perseu.
Maria InEs


juanitaH :)* @ 15:39

Seg, 03/03/08

 

Que texto miuda :O

sinto-me 'burra' ao ler o teu texto!

A Ines ainda vai esprever uma peça para eu representar! :O

nao sou eu que tenho jeito pa representar, tu é qe tens jeito para escrever!


beijinhu redondu ^^

InEs @ 19:07

Qua, 05/03/08

 

Naaaaa
tu vais ser famosa, eu sie, pressinto.
Tu tens jeito miuda pa representar.
Inda vams as duas aum programa de televisaO xD

Depois de concluirmos uma etapa, e porque a vida não pára, chegam novas aventuras e novas descobertas por novos caminhos....
Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10

16
19
20
22

24
26
27
28
29

30


Encontre o caminho
 
blogs SAPO