outroscaminhos @ 17:31

Sex, 18/04/08

Cai uma chuva de Primavera na rua, lembro-me daqueles momentos em que em abraços tentámos não nos molhar, no Inverno. Momentos mágicos que hoje me fazem sonhar contigo.
Habituei-me a que me abraçasses na chuva. Em princípio saía de casa sem dar importância ao tempo que fazia lá fora, talvez por esquecimento ou talvez porque inconscientemente quisesse abraçar-te só mais uma vez. Agora sei que pode chover, e sei que deveria levar o meu chapéu mas, faço por me esquecer porque é muito melhor estar à chuva contigo.
Estranho sentimento que me invade quando me abraças na chuva, é uma conjunção do ambiente e do conforto que me dás. Sentimento de que te pertenço, de que és minha, de que tudo mais não importa, de que só existes Tu!
Quero sentir só mais uma vez o teu abraço na chuva. Por isso, se o tempo me ajudar, eu também me irei esquecer do meu chapéu para te sentir uma vez mais perto de mim.

Tiago Mendes


sinto-me: a andar à chuva contigo
Tags:


outroscaminhos @ 10:58

Sex, 18/04/08

Desculpa!

Desculpa qualquer erro cometido

Qualquer acto meu que te possa ter ferido

Não foi a minha intenção, meu querido.

 

Desculpa as vezes que andei distraída

E em ti depositei a dor

De uma ferida que não curei.

 

Desculpa,

Ainda que me culpes ainda mais

Mas peço na mesma, por te amar demais!

 

Desculpa

O dia em que te disse que  te amava

E no outro que te odiava!

 

Perdoa-me as palavras

Ditas da boca para fora sem sentido

Onde a frieza mora!

 

Espero que me perdoes e que mudemos para que não volte a pedir desculpas! Amo-te !

 

 

P.S.Sentada eu estou pensando em ti, com vontade de te escrever e de te dizer que és tudo para mim.

 

 

 

I love you!"

                                                                           Marta Gonçalves


música: You can put the blame on me@


outroscaminhos @ 23:06

Qui, 17/04/08

Eu não consigo dormir

A minha cabeça parece que vai explodir

Nenhuma lua para nós, o preto é a noite

E eu a teu lado, sonho.

Não quero sonhar

Pois nenhum sonho pode ser tão belo

Como o nosso dia-a-dia.

Antes de ti, cada dia era demasiado longo

E agora tenho todos os segundos contigo.

 

 

Para alguém especial…*[IC]*

Daniela Araújo

 




outroscaminhos @ 20:45

Ter, 15/04/08

   Gosto de ti porque és especial. Porque embora tenhas um feitio um pouco complicado, tornas os meus dias alegres e divertidos graças à tua companhia.
  És uma pessoa amiga, muito divertida (que partilha piadas sem graça nenhuma),  és aquela que está presente em todos os momentos, quer bons quer maus,... És uma palavra bonita que neste momento não sei definir!
  Bem, na verdade gostava de fazer um texto muito bonito, com qualidade e a definir a GRANDE amiga que és mas, como eu te digo tudo isso todos os dias e porque não tenho jeito para estas coisas...
  Quero apenas dizer-te que podes contar comigo para tudo, que nunca vou deixar de ser tua amiga, que TE ADORO MUITO, que te quero ver sempre a sorrir e ao meu lado!
  Espero que gostes...
  Muitos beijinhos
Joana Beites

sinto-me: orgulhosa da minha amiga
Tags:


outroscaminhos @ 16:52

Dom, 13/04/08

Hoje o sol não nasceu para mim. Parece tudo muito escuro, sem brilho. As cores perderam aquele brilho especial e os cheiros já não sabem ao mesmo.

         Não entendo porque é que o sol hoje não apareceu, não percebo o que lhe fiz para se zangar comigo, mas sei que me faz falta. Faz-me falta a sua doçura, a sua atenção, o seu conforto. Faz-me falta uma palavra amiga, um elogio, uma carícia ou até um simples motivo para dar uma boa gargalhada.

         Hoje falta-me aquela energia que me move quase todos os dias, que me faz ver o mundo com cores e cheiros bons que nem sempre existem. Hoje não estou doce, nem alegre, nem simpática, nem sorridente, nem bonita, e tudo isto porque o sol não nasceu para mim.

         Não gosto nada destes dias sem sol. Mas ainda há algo que me consola: a certeza de que amanhã o sol voltará a nascer. Afinal de contas, ele não pode estar assim tão zangado comigo. 

      

                                    Ana Silva




outroscaminhos @ 19:10

Sex, 11/04/08

      

  "Perdido na escuridão

Sózinho na noite

Sufocado por todos

Esquecido pela sorte

Uma alma caída

Num corpo sem vida"

 

Andava meio perdida entre caminhos a mais. Não sei bem de onde vinha. Não sei bem para onde vou.

Por vezes não consigo respirar. Nem sei bem como voltar.

Foi o teu sorriso de alma que me fez olhar. Cheguei mais perto. Toquei-te. Agora dizes que te faço bem, mas não sabes.

Não sabes que também me fazes bem. Que também me confortas. Que também me aqueces em cada noite fria que é a nossa vida. Assim... Fazes-me bem.

Mesmo tendo que passar pelos desgostos que a vida nos tráz

Sei que sou capaz de tudo isso, voltar ao inicio, experimentar o feitiço.

Deixa-te viver, deixa-te levar, deixa-te morrer, vamos voar, vamos sonhar, dá-me a tua mão,

Que o tempo nunca vai parar...

 

Somente Para ti.......

 

 

Ana Margarida Pedro

 

 

 


sinto-me: felizzz:D


outroscaminhos @ 17:19

Qui, 10/04/08

 Andava perdido no labirinto da vida. Esquerda! Direita! Já não sabia o que escolher. Já não sabia o que procurava, ou se apenas caminhava seguindo os meus instintos mais naturais. Parecia que andava aos círculos. De dez em dez passos sabia que estava no mesmo sítio. Reconhecia as minhas pegadas marcadas no chão de relva. Mas num desses círculos de que eu queria sair tu apareceste.
   Ensinaste-me o caminho. Mostraste-me onde eu estava a errar. Afinal era eu que não sabia ler o mapa. Agora o labirinto está cada vez mais fácil. Mas eu não quero sair dele. Quero que fiques aqui ao pé de mim a ensinar-me o caminho. Gosto da tua presença. Dás-me segurança. Gosto da tua companhia. Dás-me esperança.
   Fica aqui. Estamos cansados. Vamos sentar-nos. Vamos conhecermo-nos melhor. Quero ouvir tudo o que me tens para contar. Quero partilhar o que há de mais importante. Observo-te com um brilho no olhar. Sinto-me enfeitiçado pelo teu olhar transparente que reflecte um coração enorme.
   Depois de tanto riso e de tanta história que partilhámos só penso como foi bom encontrar-te neste labirinto que é a vida. Posso pedir-te uma coisa? Ensina-me sempre qual o melhor caminho. Segui-lo-ei.   
A ti que me surpreendes dia após dia...

Amadeu Martins


sinto-me: bem


outroscaminhos @ 21:25

Qua, 09/04/08

Sentada ao pé do mar, o vento traz-me um sentimento, a saudade. Passo a mão pela areia e escrevo o teu nome. Fecho os olhos e vejo-te. Abraço-te. Beijo-te. A água que me chega aos pés acorda-me. Mais um momento desejado. Levanto-me, cada passo que dou deixa um vestígio. Uma marca de alguém que ama uma pessoa. Distante mas tão perto. O vento e a água agora apagarão as pegadas, o teu nome. Mas apenas na areia. Escrito como em pedra, levo-te gravado no meu coração.

--->para alguém..Especial :'$

Nádia Correia nº8




outroscaminhos @ 14:25

Dom, 06/04/08

Há coisas que acontecem e que não sei explicar. Coisas boas, inesperadas, surpreendentes que me ultrapassam e que me deixam fora de mim. Deixam-me fora de mim dum modo que não entendo, dum modo extraordinariamente bom que me surpreende a mim mesma.

Fico como que nas nuvens, muito leve, longe de tudo aquilo que pode ser mau e que podia estragar esta sensação. Sinto-me mais doce, cheia de cores por dentro, completa, preenchida.

Quando estou assim, nas nuvens, o mundo parece uma bola de sabão, perfeita e admirável, que nunca irá rebentar. Tudo é mágico, encantado e intocável.

        Não posso ficar nas nuvens para sempre. Acho até que já me estão a chamar lá em baixo, mas vou ficar só mais um bocadinho, para poder descer cheia de energia para enfrentar tudo o que me espera e com um grande sorriso no rosto. Vou descer, mas volto sempre que me chamares!

Ana Silva


sinto-me: muito bem


outroscaminhos @ 20:50

Sab, 05/04/08

Ao Verde da serra onde nasci
Ao Verde que há em mim...
Por ti esperança em que cresci
Continuo a sonhar com um fim.
 
Sonho com o sucesso
Apenas quando tenho o Verde em mim
Se chegar a hora do regresso
Quero-te levar para além daqui.
 
Alma que ainda não encontrou o fim do sonho
Vejo com Verde o mundo
Com olhos desejosos para sentir o êxito!
Tiago Mendes
 

sinto-me: Verde

Depois de concluirmos uma etapa, e porque a vida não pára, chegam novas aventuras e novas descobertas por novos caminhos....
Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

14
16

20
24
26

27
28
29


Encontre o caminho
 
subscrever feeds
blogs SAPO