outroscaminhos @ 17:19

Qui, 10/04/08

 Andava perdido no labirinto da vida. Esquerda! Direita! Já não sabia o que escolher. Já não sabia o que procurava, ou se apenas caminhava seguindo os meus instintos mais naturais. Parecia que andava aos círculos. De dez em dez passos sabia que estava no mesmo sítio. Reconhecia as minhas pegadas marcadas no chão de relva. Mas num desses círculos de que eu queria sair tu apareceste.
   Ensinaste-me o caminho. Mostraste-me onde eu estava a errar. Afinal era eu que não sabia ler o mapa. Agora o labirinto está cada vez mais fácil. Mas eu não quero sair dele. Quero que fiques aqui ao pé de mim a ensinar-me o caminho. Gosto da tua presença. Dás-me segurança. Gosto da tua companhia. Dás-me esperança.
   Fica aqui. Estamos cansados. Vamos sentar-nos. Vamos conhecermo-nos melhor. Quero ouvir tudo o que me tens para contar. Quero partilhar o que há de mais importante. Observo-te com um brilho no olhar. Sinto-me enfeitiçado pelo teu olhar transparente que reflecte um coração enorme.
   Depois de tanto riso e de tanta história que partilhámos só penso como foi bom encontrar-te neste labirinto que é a vida. Posso pedir-te uma coisa? Ensina-me sempre qual o melhor caminho. Segui-lo-ei.   
A ti que me surpreendes dia após dia...

Amadeu Martins


sinto-me: bem

Depois de concluirmos uma etapa, e porque a vida não pára, chegam novas aventuras e novas descobertas por novos caminhos....
Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

14
16

20
24
26

27
28
29


Encontre o caminho
 
subscrever feeds
blogs SAPO