outroscaminhos @ 17:29

Seg, 10/12/07

Hoje, dia 10 de Dezembro, é o dia Internacional dos Direitos humanos. Como tal foi proposto a algumas alunas do clube Entre-Culturas que fizessem um cartaz e um vídeo acerca dos direitos humanos, com a finalidade de o mostrar na conferência sobre os direitos humanos que decorreu hoje, pelas 10 horas, na Escola Secundária da Amadora e para, posteriormente, afixar-se o cartaz no polivalente onde permancerá durante o resto da semana. Sendo assim, o este encontra-se agora em exposição no polivalente. Quem estiver interessado passe por lá e dê uma vista de olhos.

 

Para já deixo aqui umas imagens do cartaz. Quando tiver oportunidade coloco também o vídeo. Espero que gostem do trabalho.

Ana Rita


Tags:


outroscaminhos @ 16:38

Seg, 10/12/07

      O Natal! Ai, tão giro, o Natal! Anda tudo com o Natal na boca. Presentes para este, para aquele, para o outro. Que tédio. O natal é uma época de amor, fraternidade, amizade, blá, blá, blá... Pois, é capaz! 

       Acho que para os comerciantes é a época mais feliz do ano, porque as taxas de venda disparam devido ao consumismo desenfreado que anda por aí. O quadro dos Centros Comerciais cheios de gente, a comprarem tudo, para todos, de todos os feitios, cores, marcas, etc... demonstra bem o lado consumista desta sociedade.  

       Talvez haja quem saboreie o natal, mas acho que é uma época cheia de hipocrisia. Oferecem-se coisas àquelas pessoas com quem não gostamos de estar,ou àquelas que dizem que são da nossa família mas são tão desconhecidas como a pessoa que está a olhar para o relógio em Tóquio.  

        Fala-se de amor, dos pobres que não têm que comer, nas criancinhas que não têm presentes, entre muitos outros assuntos que parecem enternecer os corações nesta altura do ano (deve ser do frio...).  Mas o mais estranho: esses mesmos pobres só devem comer no dia de Natal, porque nos outros 364 dias simplesmente não existem. Para isso mais valia não se lembrarem. Ao fim ao cabo, não é o que fazem o resto do ano?

        Não censuro ninguém, cada um tem a sua forma de festejar o natal e eu também não faço nada para ajudar os outros. Mas não sou hipócrita.

        Para mim o natal não tem muito significado. Cada vez menos... Festejo como qualquer outro mas aquele espírito natalício ficou algures lá atrás. Talvez naquela época em que para todos o Natal parecesse importante... Nem que fosse por causa dos presentes à meia noite....  

 

          

 

A todos um Santo e Feliz Natal

 

Amadeu Martins 



Depois de concluirmos uma etapa, e porque a vida não pára, chegam novas aventuras e novas descobertas por novos caminhos....
Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9

16
17
18
19
20
21
22

24
25
27
28

30


Encontre o caminho
 
subscrever feeds
blogs SAPO