outroscaminhos @ 21:47

Sex, 07/12/07

É nestas noites de Inverno

Que me sento à janela.

E vejo tanto, vejo tanto

Disto tudo onde não há nada.

 

Tudo me fascina como um jogo,

Daqueles de crianças.

Tudo me desperta a atenção,

Um tudo que é pouco e simples.

 

É somente a vizinha que espreita,

Ou a luz do carro que passa ao fundo,

Ou o barulho quase perdido de uma voz,

Ou o cão vadio que corre na folhagem…

 

Reparando, é só mais uma noite fria,

Daquelas de fitar o crepitar da lareira,

Daquelas de sentir falta do aconchego,

Só outra noite de Inverno.

                                      

                                     nádia abrantes.




outroscaminhos @ 18:30

Sex, 07/12/07

Eu acostumei-me a sonhar
E jamais deixei de acreditar
Que meu destino era te amar.
Não te esperei,
Mas meu coração
Já sabia dos truques da vida,
Ele junto do destino uniu forças
E fez com que nossos olhares se cruzassem...
E que de um momento
Nascesse um grande amor.
Amor que acelera o coração
E alimenta a alma.
Momentos que já estavam escritos,
E que nenhum mortal
Seria capaz de mudar.
Um amor que, podem anos se passar,
Mas ele jamais vai deixar de existir.
As palavras poderiam denunciar
Que não existe mais amor,
Mas o coração não iria aceitar,
Iria ignorar as palavras e sofrer.
Encontrei
Meu Grande Amor,
Um encontro que mudou a minha vida,
Que me ensinou
O que é
Realmente Amar!!!
Marta  Gonçalves 



outroscaminhos @ 11:02

Sex, 07/12/07

Antes de mais...

Está frio!!

 

Como está fresquinho nada melhor que ficar na cama até tarde...mas como não pode ser, paciência...Há que aproveitar o dia.

 

Para animar a turma ficam aqui umas anedotas:

 

Estas anedotas podem não ter muita piada por isso tenha um copo de àgua á mão!

 

#1 Estão dois queques no forno. Diz um para o outro:

- "Está quente aqui!"

- "HAAAAAAAA!!! Um queque que fala!!"

 

#2 Vão dois grãos de areia a passear no deserto e diz um para o outro:

- "Psst! Acho que estamos a ser seguidos..."

 

#3 Vai um zero (0) e um oito (8) a uma festa de zeros (0).

 O zero (0) entra e o oito (8) fica á porta. O oito (8) vira-se para o porteiro e diz:

- " FOGO! Já não se pode trazer um cinto!!"




outroscaminhos @ 10:43

Sex, 07/12/07

        Não sei o que me apetece...mas sei que quero tudo! Quero paz, calma e serenidade para saber lidar com as coisas más da vida. Quero alegria, diversão e loucura para aproveitar cada momento desta vida. Quero sabedoria, inteligência e astúcia para evoluir e progredir na vida...

Não sei o que me apetece...mas sei que quero tudo!

 

       Talvez haja no mundo alguém ou algo que possa saciar esta minha vontade desesperada de te ter aqui...Sim! Porque já te tive e já te perdi...

 

       Não sei o que me apetece...mas sei que te quero a ti!

A tranquilidade do passado transformou-se num presente louco, onde ninguém, alguém e nenhum de nós sabia nada!

Tenho saudades tuas...tenho, acima de tudo, saudades nossas!

 

Telma A. A. Alves #9




outroscaminhos @ 00:10

Sex, 07/12/07

(...)
Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem sabe porque ama, nem o que é amar...

Amar é a eterna inocência,
E a única inocência é não pensar... 

                                                     Alberto Caeiro

 

 

Nádia Abrantes



Depois de concluirmos uma etapa, e porque a vida não pára, chegam novas aventuras e novas descobertas por novos caminhos....
Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9

16
17
18
19
20
21
22

24
25
27
28

30


Encontre o caminho
 
subscrever feeds
blogs SAPO