outroscaminhos @ 18:44

Seg, 05/11/07

         Vivemos a vida tão a correr que deixamos passar pequenas coisas do nosso mundo que merecem uma admiração especial.

         Acordamos de manhã tão apressados que, em vez de olharmos para a janela e apreciarmos o nascer do sol, pensamos que estamos atrasados e que temos que nos despachar para mergulhar num mar de correrias e stress.

         Comemos qualquer coisa, sempre com pressa, não vá o dia que ainda agora começou terminar, e nem degustamos aquilo que comemos ignorando que essa refeição é uma bênção que não chega a todos.

         Percorremos o caminho que nos leva à escola ou ao emprego sem olhar para as pessoas, sem lhes dizermos bom dia. Dir-me-ão que não conhecemos todas as pessoas, responderei que um bom dia e um sorriso não se negam a ninguém.

Se não apreciamos as pessoas também não apreciamos o caminho, as árvores, os carros, os sons, tudo o que nos rodeia.

         Chegamos finalmente ao nosso destino, encontramos caras conhecidas a quem sorrimos, mas sorrimos tão depressa... Claro, não podemos parar porque temos muito que fazer que nem sabe a sorriso, nem sabe a carinho, a compreensão, a amizade ou afecto.

         O dia continua e nós continuamos a fazer tudo com a mesma pressa, com a mesma brevidade e ignorando aquilo que, de facto, vale a pena.

         E no fim de cada dia, quando nos deitamos, o que é que fica? Estamos cansados, mas não aproveitámos nada de bom, nada de mágico, temos apenas mais um dia do que ontem.

         Se calhar é melhor começarmos a dar mais atenção a pequenas coisas! É que é bom viver ocupado e activo, mas há tantas coisas que valem mesmo a pena apreciar e que não esperam por nós a vida toda...

        

         

Ana Silva



Depois de concluirmos uma etapa, e porque a vida não pára, chegam novas aventuras e novas descobertas por novos caminhos....
Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

15
17

21
24

26
28
30


Encontre o caminho
 
subscrever feeds
blogs SAPO