outroscaminhos @ 16:29

Seg, 25/08/08

 

Arranjei um sol só para mim, mas não é um sol qualquer.
É um sol que me faz saltar da cama todos os dias e encarar a vida com um grande sorriso. É um sol que me aquece e que me envolve com uma gentileza e uma doçura incomparáveis. É um sol que não brilha no céu mas que tem um brilho único capaz de espantar as nuvens mais cinzentas.
         Ás vezes o meu sol não aparece, esconde-se noutros horizontes e o meu dia fica menos iluminado e tudo fica mais frio e sem graça. Nesses dias cinzentos dou ainda mais valor ao sol que consegui só para mim e percebo o quão importante ele é para mim.
         Não há no mundo um sol tão perfeito como o meu, um sol que brilhe tanto e que me faça tão feliz. O meu sol é único e não o posso deixar escapar porque o meu mundo já não gira sem ele.
 
 
 
Ana Silva

sinto-me: muito bem ao sol


outroscaminhos @ 09:04

Ter, 15/07/08

 

Como todas as meninas, em pequena, admirava quase todos os contos de fadas. Sabia as histórias de príncipes e princesas quase de cor e claro que tinha a minha história preferida e sonhava um dia ser como a princesa que encontra o seu príncipe encantado e vive feliz para sempre.
Passada a fase da infância em que os contos de fadas marcam todas as brincadeiras e todos os pensamentos e em que pintamos a vida de cor-de-rosa, acabei por perder a ideia romântica de que iria encontrar um príncipe encantado. No entanto, o meu príncipe encantado acabaria mesmo por chegar.
Apareceu sem eu saber bem como, não montado num cavalo branco para me salvar de alguma bruxa má, nem de collants e calções de veludo, nem transformado num sapo que eu tivesse de beijar. Apareceu de um modo muito natural, dotado de uma simplicidade única que me cativou.
Apareceu e foi me surpreendendo desde o primeiro dia com a sua forma de agir, com o seu modo de cuidar de mim, com a sua dedicação, paciência, e com todo o carinho que me dá e que fazem com que os meus dias ganhem outra luz, outra cor.
Sem eu acreditar em príncipes encantados acabei por encontrar o meu que me faz muito feliz, que me surpreende todos os dias e que me completa de todas as formas.
 
 
Ana Silva
 

 


sinto-me:


outroscaminhos @ 19:11

Qua, 02/07/08

 

Pinto com a imaginação,
Um retrato com o céu ao fundo.
Um quadro gravado no meu coração
E tu no centro do meu mundo.
 
Azul que envolve os teus cabelos
Castanhos como a areia em que piso.
Voam ao vento, perdidos nos teus pensamentos,
Ao ver o teu belo sorriso.
 
Vejo e sinto aquele retrato
Espelhado nos meus olhos,
Ansiosos por te ter mais perto,
Pedindo pelo teu carinho.
 
Retrato recordado do retrato vivido
Pintá-lo? Só na minha cabeça
Porque é o mais fiel ao sentido!
 
Tiago Mendes
 

sinto-me:


outroscaminhos @ 11:34

Qui, 22/05/08

 

É um dia como todos os outros e estamos só os dois. Depois de um abraço longo olho-te nos olhos como faço tantas vezes.
É uma sensação quase mágica, tenho tanto para te dizer mas parece que todas as palavras desapareceram e eu fiquei assim, calada a olhar para ti. Tu não dizes nada, sorris apenas para mim, com um sorriso muito doce que me deixa confortada.
Abraças-me de novo e eu sinto-me pequena, confortável e segura. É como se tudo o que é escuro e mau desaparece-se, ficamos só nós e a nossa felicidade é inabalável.
As palavras invadem-me subitamente, já consigo dizer-te o quão importante és para mim. Já consigo dizer-te que és um ser humano fantástico, que me fazes muito feliz, que sou uma sortuda por ter-te só para mim e que me orgulho muito de tudo o que és.
Consegui dizer tudo, sinto-me mais leve, muito feliz e realizada. Olho-te nos olhos outra vez, agora quem sorri sou eu, fazes-me uma festa de um jeito que só tu sabes. Uma felicidade invade-me, não podia estar mas feliz e tudo por tua causa.
 
Ana Silva

sinto-me: muito feliz contigo


outroscaminhos @ 19:36

Seg, 21/04/08

Hoje vou esquecer os problemas e as preocupações. Não me vou preocupar com as horas, com os outros ou com o que virá a seguir. Hoje só existo para ti e por ti.

Hoje quero ouvir o teu riso, quero olhar-te nos olhos e ficar em silêncio, porque não é preciso dizermos nada. Esse olhar vale mais que mil palavras. Quero ouvir as tuas palavras doces enquanto mexes nos meus cabelos e quero que me abraces para me sentir pequena, segura e protegida.

Hoje vou ouvir tudo o que tens para dizer, sem pressas nem interrupções porque hoje tenho o tempo todo só para ti. Vou segredar-te ao ouvido o mesmo de sempre e vou agarrar a tua mão como sempre faço.

Hoje tudo é perfeito, cada sorriso, cada gesto, cada palavra e tudo porque só existimos nós os dois e porque nada mais importa. O melhor de tudo é que tenho a certeza de que este hoje não vai terminar. Eu vou existir sempre só para ti.

 

 

                      

Ana Silva


sinto-me: muito bem contigo


outroscaminhos @ 17:31

Sex, 18/04/08

Cai uma chuva de Primavera na rua, lembro-me daqueles momentos em que em abraços tentámos não nos molhar, no Inverno. Momentos mágicos que hoje me fazem sonhar contigo.
Habituei-me a que me abraçasses na chuva. Em princípio saía de casa sem dar importância ao tempo que fazia lá fora, talvez por esquecimento ou talvez porque inconscientemente quisesse abraçar-te só mais uma vez. Agora sei que pode chover, e sei que deveria levar o meu chapéu mas, faço por me esquecer porque é muito melhor estar à chuva contigo.
Estranho sentimento que me invade quando me abraças na chuva, é uma conjunção do ambiente e do conforto que me dás. Sentimento de que te pertenço, de que és minha, de que tudo mais não importa, de que só existes Tu!
Quero sentir só mais uma vez o teu abraço na chuva. Por isso, se o tempo me ajudar, eu também me irei esquecer do meu chapéu para te sentir uma vez mais perto de mim.

Tiago Mendes


sinto-me: a andar à chuva contigo
Tags:


outroscaminhos @ 17:53

Seg, 03/03/08

    

  Estava uma linda manhã. O sol acordava, ainda sonolento e, nós já possuíamos uma energia contagiante.

  Sentados e agarrados à beira-mar observávamos o nosso reflexo cintilante no mar, por acção da luz solar que incidia naquela altura. Trocávamos carícias, beijos e olhares... paraste, tocaste nos meus cabelos e disseste:  "Eu amo-te!". Eu sorri e, naquele instante, nasceu-se-me um brilhozinho no olhar que nos completou. Preenchi-me de felicidade como se de um arco-íris tratasse e beijei-te.

  Estava feliz. Num jogo de sedução fugi de ti, sorrindo alto e correndo descalça pela areia molhada, bem junto do mar. Tu foste atrás de mim. Agarraste-me. Molhaste-me, empurrando-me para dentro de água. Jogaste-me nos teus braços compridos, sem que me pudesse movimentar. Encostaste o teu nariz no meu, olhaste-me nos olhos e...

  ...Acordei. Tudo isto não passava de um sonho. Só me resta aguardar pela próxima noite de sono e esperar voltar a sonhar contigo.

 

 

 

  

Joana Beites

 


sinto-me: sonhadora

Depois de concluirmos uma etapa, e porque a vida não pára, chegam novas aventuras e novas descobertas por novos caminhos....
Novembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


É hora de caminhar...
Caminha-se melhor com música
Encontre o caminho
 
Caminha-se melhor com música
subscrever feeds
blogs SAPO