outroscaminhos @ 15:06

Dom, 26/10/08

Voluntariado!

 

   Relembrando aquele projecto que cresceu connosco durante um ano e que nos deixou marcas tão profundas... Foi um projecto muito enriquecedor que exigiu muito de nós mas que também nos ofereceu um conjunto de experiências novas e que tiveram um gostinho muito agradável...

 Agora do outro lado, a fazer voluntariado, a ser voluntário, a estar ali com aquelas crianças que requerem a nossa atenção, é uma experiência totalmente diferente. É como que estivéssemos a viver uma história sendo nós próprios as personagens. Estamos ali perante elas, perante os pais, perante aquele ambiente pesado de si, com choros ao fundo, gritos ao lado, risos normais ou timidos de crianças que são heróis pela sua força.

  Ali não há muito tempo para pensar. Também não convém. Temos que ser racionais e mantermo-nos como personagens. Toda aquela história é ficção, pelo menos para nós, porque para quem fica para lá daquele elevador aquela história é bem real, mas para nós continua a ser ficção pois só assim podemos entrar nela, sair, voltar a entrar sem nos magoarmos.

  As crianças são capazes de nos ensinar muito: ensinam-nos com a sua inocência, com a sua fragilidade, com as suas brincadeiras, com os seus gestos, com os seus sorrisos sinceros, com tudo aquilo que têm e que nos podem oferecer. Ensinam-nos a sermos adultos melhores, pessoas melhores, mais fortes e mais corajosas.

   Os pais, talvez o mais dificil! Eles são adultos e têm que cuidar dos seus filhos, mas até que ponto é que aguentam toda aquela pressão, até que ponto é que estão preparados?!. Sim eu sou só uma personagem. Aquilo é tudo ficção. Mas eles atraiem-nos para a realidade quando conversam connosco, quando desabafam, quando querem uma solução que nós não temos. Ninguém tem. 

   Como personagens que somos, e com papeis muito secundários, às vezes até de simples figurantes, fazemos aquilo que está ao nosso alcance, naquele momento, naquele lugar. Nunca mais somos lembrados porque somos apenas personagens que não se perpetuam na história. Personagens de valor porque estamos presentes naquele momento e naquele lugar, e isso chega.

   Porque no filme da vida as personagens principais apenas contam a história, as outras, aquelas que têm os papeis mais secundários são quem faz a história.

 

 

                                                                                                                      Amadeu Martins

 

 

     

  



Joana Beites @ 17:07

Dom, 26/10/08

 

Bonito texto (=

fez-me lembrar todos os momentinhos que passei com aquela gente, com aquelas crianças, com aquele mundo onde so' pairam herois!
confesso que tenho saudades.. *.*

Tu es um bom voluntario e todo aquele "mundozinho" te agradece por seres a personagem secundaria ou figurante que es!


beijinhu *

Amadeu Martins @ 20:43

Dom, 26/10/08

 

Olá! Isto agora uma mensagem destinada ao grupo. Hoje tive oportunidade de falar mais profundamente com a Dr.ª Alexandra por causa do nosso trabalho e sobre a nossa reportagem. Ela diz que o DVD esteve várias semanas dentro do leitor, porque a reportagem estava espectacular, muito bem concebida. Para além disso fomos considerados o grupo mais responsável que ela conheceu porque estivemos "sempre com o mesmo empenho, fazendo tudo de uma forma responsável e adulta".
Ela perguntou-me por voces e eu disse o destino de cada um. Mandou beijinhos para todos.

ahh e já agora tem uma filha linda :) LOL

Grupo podemos ter orgulho em nós!

Tiago Mendes @ 18:20

Seg, 27/10/08

 

Podemos não interferir na história e existem duas razoes para isso: uma delas e não querer entrar naquela dolorosa realidade e a outra é mesmo que entrássemos na história nada poderíamos fazer para que ela acabasse da melhor forma possível Aos voluntários só lhes cabe ajudar a ultrapassar dificuldades momentâneas e não curar a doença. O apoio dado nestas alturas é muito importante e pode ajudar a curar mas não é a cura propriamente dita.
Aprende-se muito com estas histórias, tornamo-nos melhores pessoas e a aprendemos a aproveitar todos os momentos saudáveis ao máximo !
Já tenho saudades de brincar com aqueles meninos da Acreditar, que agora também tem um bocadinho de nós!Ajudámos e isso é que é importante!

Ainda bem que a nossa reportagem tocou as pessoas, também depois de tanto trabalho se assim não fosse teríamos uma grande desilusão!

Fomos e somos um grande grupo não acham?

Manda um beijinho meu à Dr.ª Alexandra!

Um texto que me faz recordar bons momentos em que aprendi muito!

AC @ 21:53

Qua, 29/10/08

 

E o orgulho aqui da ex-prof???? E terem conseguido tudo pelos vossos próprios meios, sem empurrões de pais ou de notas "marteladas"??? E poderem andar de cabeça erquida enquanto que outros melhor será não olharem muito para o espelho??? Valeu a pena, não valeu???

Tiago Mendes @ 18:52

Qui, 30/10/08

 

É por ter sido com o nosso esforço, trabalho e empenho que devemos estar tão orgulhosos do nosso Projecto. Mesmo tendo recebido más palavras da última pessoa que se esperava ser mal educada na escola, VALEU A PENA!

Não nos esquecemos da stora que neste projecto foi a que nos fez lutar e nunca desistir do objectivo que queríamos alcançar, por isso não só nós enquanto grupo temos de estar orgulhosos de si mas também a própria stora !

P.S. Nunca me vou habituar a dizer ex-prof porque é eterna professora para mim.

Boas aulas e bons trabalhos assim diferentes como os nossos com os seus novos alunos!
Estamos abertos a convites de apresentações de trabalhos públicas e de conteúdo interessante.

Beijinhos!

Amadeu Martins @ 19:12

Qui, 30/10/08

 

Foi um projecto muito bom mesmo em todos os sentidos, porque nos fez aprender a pertencer a um grupo, em que todos trabalham em equipa por um objectivo, ajudam-se e estão ali. Isso foi muito importante, porque cá fora, neste mundo onde nós agora estamos não trabalhamos individualmente. Temos que trabalhar numa equipa com diferentes pessoas, diferentes feitios, e diferentes objectivos... mas temos que remar todos para o mesmo lado...

Parabéns a nós, parabéns à stora que nunca desistiu e que sempre lutou com unhas e dentes, e parabéns ao projecto :D

Já agora amigos voces tem k vir po voluntariado, porque precisamos dos cães-balões do Tiago, do colo da Ana para os bebés e das mãozinhas da Joana para dar comida aos Barnabés... Fica o convite :P

Depois de concluirmos uma etapa, e porque a vida não pára, chegam novas aventuras e novas descobertas por novos caminhos....
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
18

20
21
22
23
25

27
28
29
30
31


É hora de caminhar...
Caminha-se melhor com música
Encontre o caminho
 
Caminha-se melhor com música
blogs SAPO