outroscaminhos @ 21:37

Qua, 30/04/08

Nada temas que deste lado do rio ninguém te condena, ninguém recolherá a mão no instante da oferta de ajuda. Aqui, também somos como tu, também somos fugitivos que encontraram na fuga a coragem de viver. Quem vive sob represálias e opressões não vive na sua plenitude, não vive completamente, existir não é a mesma coisa...

Nada receies, aqui deste lado do mundo banhado pela sombra, somos todos amigos. Nenhum de nos te apunhalará e nenhum de nos te olhará com desdém. Aqui, deste lado do espelho, não temos nem as riquezas nem as regalias dos outros, mas tudo o que damos é dado realmente, a única coisa que se espera em troca é o respeito silencioso .Mas sim é verdade, pouco ou nada temos a oferecer.

Porém, vejo no teu gesto mais simples que nada mais queres do que ser tu, aceitar os outros e ser aceite, manter a terra redonda, manter o céu e mar de tons de azuis diferentes. Nada mais és senão a pessoa de pensamentos reflexivos, tens a tua consciência que te serve de guia. Pertences aqui, ao lugar dos renegados.

 Os teus olhos estão cansados e brilhantes, esperam ainda o fogo da vida. A tua face pálida carece de Sol, que aqui não existe. Em parte condenaram-te... Os Outros, ocos por dentro e disformes por fora, arruinaram-te. Mas milagre humano e credível, sobreviveste, levantaste-te; roubaram-te, mas não levaram o essencial. Na verdade, és um obstáculo para os outros, os do Outro Lado. Diminui-los, reduze-los a cinzas, mostras-te grande na tua simplicidade profunda. Não  ,não sou como tu, nasci já deste lado do espelho...E além disso, fui soldado de guerra, aprendi a fuzilar.

Nada temas, que deste lado todos temos cicatrizes deixados pelas lutas com os Outros, umas maiores e mais frescas que outras. Seja de qualquer forma, deixámos o sangue nas praias, calcado nas rochas. Agora renovámo-nos. E recebemos-te verdadeiramente. Aqui não há instrumentos de tortura. Descansa em paz, irmão.

Maria InEs C.



Depois de concluirmos uma etapa, e porque a vida não pára, chegam novas aventuras e novas descobertas por novos caminhos....
Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

14
16

20
24
26

27
28
29


É hora de caminhar...
Caminha-se melhor com música
Encontre o caminho
 
Caminha-se melhor com música
blogs SAPO